Vermelho ou verde? Faça sempre a pergunta


Os habitantes do Novo Mexico não brincam com o picante na sua comida. O New Mexico (NM) foi o primeiro estado nos EUA a ter uma pergunta oficial: “Vermelho ou verde?” Esta é a pergunta que se ouve quando se pede qualquer prato em qualquer restaurante e refere-se ao molho picante e o tipo de pimenta usado. Há duas respostas possíveis a esta pergunta, ou se pergunta: “Qual dos dois é mais picante?” Ou “Natal”, confirmando que quer ambos os molhos picantes.

Como responder à pergunta vermelho ou verde? Algumas pessoas pensam que a pimenta vermelha é mais picante, por ser do fruto maduro, mas isso depende da variedade, da preparação, se inclui sementes e medula etc. Se gosta de tomar decisões informadas, é importante fazer sempre a pergunta. Ter a informação sobre a coisa que está em questão não é suficiente. Precisamos também de conhecer as circunstâncias. Que prato escolhi, tamales ou enchiladas, é verão ou inverno, estou sozinho ou acompanhado, é um almoço de trabalho ou com amigos? Na vida, cada escolha tem consequências. Se o molho for muito picante, vou suar, vou chorar, vou ficar com pingo no nariz? Vou ficar com as orelhas vermelhas? Quais são as consequências e como me posso relacionar com as informações e as circunstâncias no momento? Se gosta de tomar uma decisão informada, é importante fazer sempre a pergunta.

Se a vida é para ser vivida plenamente, começa consigo. Quem é você, realmente? Mais do que ter a informações do mundo exterior, é crucial saber como se quer relacionar com a informação que tem, com as circunstâncias em que está, e as suas consequências. E é imperativo saber quem é aqui e agora. Pode saber tudo sobre pimenta e saber as circunstâncias e consequências mas a questão mais importante é sempre, quem é você aqui agora. É importante fazer sempre a pergunta.

A maioria de nós continuam incapazes de responder a esta pergunta simples: “Quem sou eu?” Nós somos capazes de definir todos os papéis que desempenhamos, descrever as nossas tarefas e atividades intermináveis, mas … A sua resposta refere-se a que? O que é real e vivo em si neste momento? O que sente e quer? O que é verdade para si neste momento? Como pode ser honesto consigo mesmo? Como pode ser autentico nesta situação? Como responder ao que está a ser pedido aqui e agora?

O melhor de tudo é que não precisa pensar sobre nada disto. Tudo o que precisa é estar presente e ser honesto consigo mesmo no momento em que surgem as perguntas. Quando estiver num restaurante no Novo Mexico e lhe perguntarem, vermelho ou verde, o que vai responder? Eu, espero fazer um check-in comigo mesma, espero considerar a informação, as minhas circunstâncias, as consequências e, como gosto de responder a perguntas, com uma outra pergunta, provavelmente irei responder perguntando, qual é o mais picante? Não importa qual vai ser a resposta, posso sempre escolher Natal.

  • Black Facebook Icon
  • Black Instagram Icon
  • Black Blogger Icon

TAMBÉM ME ENCONTRA AQUI